• Admin

Toda crise é também uma OPORTUNIDADE!



Basta ligar a TV ou abrir os jornais para saber da crise mundial relacionada à saúde que assola o mundo, criada pelo novo coronavírus, causador da COVID-19.

O vírus surgiu na cidade de Wuhan na China, onde começou a fazer as suas primeiras vítimas. No entanto, ele já é um velho conhecido da Humanidade.

O coronavírus é um conjunto de mais de 7 vírus, sendo, por essa razão, muito forte e está diretamente relacionado ao sistema respiratório humano. Entre as doenças causadas, está a Síndrome Respiratória Aguda Grave (conhecida pela sigla SARS, em inglês), também ocasionada por um coronavírus, e que matou 774 pessoas das 8.098 infectadas em uma epidemia que começou na China em 2002.

O que acontece atualmente é que uma nova versão do coronavírus foi desenvolvida na natureza e infectou os seres humanos na China, sendo transmitida para o restante do planeta.


Desde que o mundo é mundo, o ser humano passa por situações peculiares de saúde no que diz respeito a infecções contraídas por vírus. Exemplo da Sars, que foi transmitida para humanos em 2002 pela carne de um animal chamado de Civeta (ou gato-de-algália, parente do guaxinim), consumida pelos chineses e que, na época, era considerada uma iguaria na região de Guangdong, na China.


Não é possível saber quantas pessoas serão afetadas ao redor do mundo pela COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Mesmo com essa incerteza, as bolsas mundiais começaram a despencar, e isso afeta direta ou indiretamente todos os setores, inclusive o setor de Marketing Digital.


No entanto, toda crise é também uma oportunidade. Pelo menos é o que garante o líder da Inside Digital, uma das principais agências do segmento. “Nós possuímos clientes de diferentes segmentos e portes, sendo eles: Distribuidores, ótica, eventos, prestadores de serviço, gastronomia, entre outros do setor privado. Quando o surto do novo Coronavírus começou, nós fizemos uma ligação para individual para debatermos os impactos de cada cliente com essa pandemia. Diante de cada segmento, conseguimos identificar oportunidades significativas”, afirma o profissional.


O período de crise é o momento das empresas mostrarem o lado humano, sem oportunismo (comprando produtos baratos e revendendo-os a preços absurdos, por exemplo), já que esse comportamento tem efeito negativo para qualquer empresa. De acordo com os especialistas da Ho Agência Digital, o diferencial no momento é ter um olho no brand e outro em métricas. “Como estamos observando, muitas empresas estão fazendo ações solidárias em prol da humanidade. Para quem atua em segmento com ligação direta ou indireta com as áreas de saúde, transporte, higiene, remédios ou equipamentos hospitalares, é o momento de pensar como pode dar sua contribuição e ao mesmo tempo mostrar para todos que a sua empresa está engajada nessa luta e ajudará como for preciso”.


SEO x Coronavírus


Uma questão que afeta muitos negócios digitais é a redução de procura por um determinado serviço ou produto - algo considerado normal pelos especialistas diante da situação.


Pela observação no Google Trends, serviço do Google que revela as tendências de buscas na Internet, é possível constatar um pulo gigantesco de buscas para o termo “coronavírus” e para itens ou serviços relacionados a ele. Para os e-commerces, inclusive, há variações diante do subsegmento de atuação. “Quem tem um site ou e-commerce relacionado ao setor de Turismo será um dos mais afetados”, afirma o especialista.


De acordo com os especialistas em Marketing Digital, não há empresa que sairá ilesa da crise. “O que precisamos considerar é que temos duas opções: ou chorar ou vender lenços.


A escolha é de cada empreendedor”, afirma o especialista, antes de completar: “Muitas empresas vão decretar falência ou cortar investimentos. Porém, as empresas que estiverem com o pé na frente da necessidade irão se destacar”. Estratégias de Marketing Digital para reerguer sua empresa pós-coronavírus.


Um dos fatores que mais marca uma época de crise e com a economia baixa é a redução da concorrência. “Muitos dos concorrentes estarão no mesmo barco ou até mesmo em pior situação que uma empresa. Isso vai fazer com que aquele que estiver preparado possa obter melhores resultados, principalmente por conta da baixa do CPC (Custo por Clique) e fatores de busca x demanda”.


De acordo com a agência, há a possibilidade real de muitas empresas entrarem em falência e demitirem muitos funcionários, especialmente aquelas que já estavam em situação negativa. Por isso, será muito importante que uma empresa que queira sobreviver à crise esteja amparada com estratégias sólidas focadas em brand e ROI.


Dicas de Marketing Digital para superar a crise do Coronavírus


No entanto, apesar do cenário negativo que se avizinha, ainda é possível pensar em estratégias para que empresas consideradas como “não essenciais” consigam sobreviver no período de crise.

No segmento jurídico, por exemplo, muitos escritórios trabalhistas poderão encontrar oportunidades de novos negócios nas rescisões contratuais, além da negociação de contratos de financiamentos dos clientes.


Já no setor de automóveis, suggerimos estabelecer ações que visem focar em nichos estratégicos de muita importância no momento de crise, como automóveis utilizados na saúde (ambulâncias), segurança, motoristas de aplicativos e outros. “As empresas do setor podem oferecer descontos para a manutenção e acessórios, troca de pneu e principalmente a higienização do veículo e do seu ar-condicionado. Em época de pandemia, muitas licitações com empresas não são sanadas pelo mercado, abrindo oportunidades para quem estiver na frente”, afirma o especialista.

Para o segmento de gastronomia, a agência sugere apresentar modelos de entregas que permitam que os clientes não tenham contato nenhum com o entregador, além de aproveitar a infraestrutura de delivery já montada por aplicativos, como o Rappi, iFood ou Uber Eats. “O ideal é focar na prestação de serviços para quem está na linha de frente da atuação na epidemia, como os hospitais, redações de jornais e outros espaços essenciais. Além disso, vale a pena ter estratégia


s para o público que está em casa, desanimado pelo isolamento social, mas que gostaria de ter uma refeição um pouco melhor para ficar mais feliz”, aconselha o especialista.

A esperança de todos é que esse período do Coronavírus passe rapidamente e com poucos impactos nas vi


das das pessoas. Diante dessa pandemia, é importante seguir as orientações da OMS e, para as empresas, procurar uma Agência de Marketing Digital que possa traçar uma estratégia anticrise.

Otávio Leal, CEO da Ho Agência Digital.


4 visualizações

Copyright © 2020 Ho Agência Digital – todos os direitos reservados.

"para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam que a mão do SENHOR fez isso.” Isaías 41:20

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • LinkedIn - Black Circle